You could put your verification ID in a comment Or, in its own meta tag Or, as one of your keywords Google+

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

11 de setembro

Hojé é dia de assistir TV pra relembrar o atentado do tio Osama ás torres do WTC [ ou não?]

Dia do golpe militar [yes,foi o Pinochet ajudado por alguns] que derrubou o governo de Salvador Allende.
Mas desde 2003, todo 11 de setembro é dedicado a uma reflexão sobre a preservação do maior e mais agredido ecossistema brasileiro [O CERRADO], graças a um decreto assinado pelo presidente Lula.

O Dia do Cerrado, o segundo maior bioma do Brasil, que abriga um terço da biodiversidade do País e 5% da fauna e flora mundiais.
A explicação é simples, no dia 11 de setembro nasceu uma das figuras mais populares do Planalto Central: o artista plástico, diretor de teatro, e ambientalista Ary José de Oliveira, mais conhecido por Ary Pára-Raios - histórico defensor do Cerrado.
Ary José de Oliveira, paranaense, filho de sapateiro e dona-de-casa, foi comunista e fugitivo da repressão, chegando a Brasília em 1975. Em 76 fundou o grupo de teatro de rua "Esquadrão da Vida", em repúdio ao Esquadrão da Morte, de triste memória dos tempos negros da ditadura militar.
Poucas são as nossas áreas de conservação, com áreas bem significativas, onde o Cerrado é o bioma dominante.
pnemas
sertaoveredas
guimaraes
canastra
veadeiros
800px-Parquedebrasilia
Embora à primeira vista, possam parecer enormes, para a conservação de carnívoros de maior porte, o ideal seria que essas áreas fossem ainda maiores.
De acordo com a carta das ONGs, a devastação do cerrado ameaça o fornecimento de água doce no Brasil e pode levar o país a uma crise energética. O documento também chama a atenção para o índice de 70% de destruição do bioma e as ameaças às comunidades tradicionais de indígenas, exploração agrícola na região.
Só pra lembrar:
CAPÍTULO V dos crimes contra o meio ambiente
Art. 29. Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida: Pena - detenção de seis meses a um ano, e multa.

Art. 40. Causar dano direto ou indireto às Unidades de Conservação e às áreas de que trata o art. 27 do Decreto n° 99.274, de 6 de junho de 1990, independentemente de sua localização: Pena - reclusão, de um a cinco anos.
Art. 64. Promover construção em solo não edificável, ou no seu entorno, assim considerado em razão de seu valor paisagístico, ecológico, artístico, turístico, histórico, cultural, religioso, arqueológico, etnográfico ou monumental, sem autorização da autoridade competente ou em desacordo com a concedida: Pena - detenção, de seis meses a um ano, e multa.
Por fim, Feliz aniversário Fabiola, minhas considerações aos que sofreram com o atentado, e pra você leitor FELIZ DIA DO CERRADO,ops, isso é algo que vou dizer quando o cerrado for bem mais cuidado. ;-]

Reações:

2 comentários:

Fabíola Ariadne disse...

Ué, pensei que já tivesse comentado este post, mas, enfim. Obrigada e que legal ser o dia do cerrado também. Esse bioma que em setembro consegue ser do inferno(pega fogo facilmente) e, ao mesmo tempo, lindo, pois os Ipês florescem!

Aurélio Reis disse...

eu me lembro que você "twitou" sobre o dia do cerrado.... [fiquei esperando o comentário]

nota: a Fabíola esqueceu de comentar que o bioma infernal, acontece [constantemente] em Goiânia =D