You could put your verification ID in a comment Or, in its own meta tag Or, as one of your keywords Google+

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Inglês enferrujado

Desembarcaram em Goiânia, alguns jornalistas dos mais importantes veículos de comunicação da da Inglaterra, [os mesmos que noticiaram o caso da britânica aqui.]

Tom Philliips do The Guardian, que também cobriu o caso da morte de Jean Charles de Menezes [o brasileiro, que foi confundido com um homem bomba, e morto pela Scotland Yard], está tratando o caso com o devido rigor e sutileza inglesa.
“Adotamos uma abordagem do caso de maneira mais séria, sem sensacionalismo. Não exploramos a vida pessoal das pessoas envolvidas, como a dos familiares de Cara Marie”, disse Phillips.
Mesmo assim, não escapa às gafes goianas.

Para um jornalista renomado, correspondente internacional, culto [é uma exceção a classe], deve ser no minimo, engraçado, constar em uma coluna social do principal jornal local, como uma
celebridade.
Por que não o convidar para participar de um debate sobre a segurança pública, com o conhecimento de causa que tem [mora no Rio de Janeiro], contribuiria mais com a população, e por que não com as autoridades.
[faz-se necessário, o caminho que a cidade está seguindo no quesito violência e insegurança... é caso de grandes centros].
Além do mais, a imprensa está na city, para auxiliar no desenvolvimento do caso,e também, desenvolver o inglês dos delegados.

Aurélio Reis

Reações:

0 comentários: