You could put your verification ID in a comment Or, in its own meta tag Or, as one of your keywords Google+

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Fenômeno Goiano


Goiânia 07 de abril de 2009, data do aniversário deste que vos escreve e teoricamente um dia para se comemorar em um bom barzinho desta capital ou em um restaurante de comida japonesa, hábito que virou febre em Goiânia nos últimos anos.


Contudo, numa aposta arriscada, alguns amigos e eu fomos ao show do Pedra Letícia, promovido pelo programa cultural Flamboyant In Concert. Não sem antes haver sido destratado pela parte adversa de um processo de separação consensual, fato que veio a causar um atraso de nossa chegada ao Shopping em 25 minutos.

Antes de tudo devo admitir que não tenho embasamento acadêmico para realizar uma profunda análise sociológica daquilo que presenciei naquele momento. Realizado no Átrio central da Fase 2 do Shopping, local que já foi palco da apresentação de artistas consagrados, o show da Banda Goiana teve os ingressos para a área reservada trocados por 2kg de alimentos não perecíveis esgotados em tempo recorde, e lotou de forma absolutamente espantosa todos os três andares, dotados de pequenas arquibancadas, tornando impossível para os atrasados ter qualquer vislumbre do palco ou dos artistas.

Mesmo as escadas que dão acessos aos andares superiores, que no caso não são rolantes, e ficavam atrás do palco onde foi realizado o show, receberam e acomodaram alguns espectadores. Corredores ficaram lotados a ponto de ser impossível observar vitrines e transitar com conforto, tornando ineficaz até mesmo o eficiente sistema de ar condicionado do Shopping.

Mas o que poderia atrair tantas pessoas, de diferentes idades, classes sociais, formações educacionais e orientações ideológicas ao mesmo local. A resposta é simples, direta e se resume em apenas duas palavras. Carisma e talento. Um talento escachado, sem censura e inteligente, que brinca com a cultura e os costumes dos goianos. Fala de forma irreverente de situações incômodas como a escolha da própria profissão e trata de maneira ainda mais irreverente, mas também crua e direta, as traições ocorridas dentro dos relacionamentos.

Com uma linguagem mais direcionada ao público adolescente e pós-adolescente, tendo se tornado um fabuloso e incontestável Fenômeno de público através da divulgação gratuita provida pelo Youtube, a Banda Goiana Pedra Letícia tem todas as qualidades para ocupar o lugar deixado vago há muito anos pelos irreverentes e saudosos Mamonas Assassinas.
Não desmerecendo os garotos de Guarulhos, e guardadas as devidas proporções, acredito que o caminho esteja aberto, pois público e espaço de mercado existe, cabe a eles tentar vencer os estigma de Celebridades Temporárias que persegue aqueles que ganham projeção via internet, devendo ainda, aprender com os erros de outras Bandas que enveredaram por este filão do mercado e após um sucesso repentino, deixaram de produzir com a mesma qualidade e acabaram caindo no esquecimento quase tão rápido quantos surgiram. Afinal quem se lembra de um “tal” Papo de Jacaré?

Aos garotos do Pedra Letícia, Parabéns.


By Gynhawk

Reações:

0 comentários: