You could put your verification ID in a comment Or, in its own meta tag Or, as one of your keywords Google+

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Alfabetização

Dia 8 de setembro - 2008. Dia Internacional da Alfabetização 
Milhões de indivíduos - particularmente mulheres - não têm acesso ao direito básico da educação. Há também muitos outros que, como resultado da degradação da posição econômica e social, estão perdendo o controle até dos conceitos básicos que já tinham adquirido e encontram-se diante do analfabetismo funcional. A pobreza e a exclusão são as principais responsáveis por isso. Elas fazem lembrar que o desenvolvimento econômico não assegura necessariamente o desenvolvimento social.
Cerca de 774 milhões de jovens e adultos no mundo são analfabetos, e cerca de 64% deste montante são mulheres.
O Brasil, apesar dos índices positivos, de aproveitamento,  ainda tem cerca de 3,5 milhões de crianças fora das salas de aula. A repetência e a evasão, continuam crônicas no 1º grau, pela falta de recursos nas escolas, formação inadequada dos professores e a situação econômica dos alunos, muitas vezes obrigados a trabalhar para ajudar a sustentar a família.
Fonte: UNESCO

Reações:

2 comentários:

DIMAS disse...

Interessante o índice de analfabetismo entre as mulheres mas não é de se admirar, com tanto preconceito e tradições culturais ultrapassadas que ainda às perseguem...
Mas o que realmente eu fico indignado é a quantidade de pessoas que chegam a terminar o ensino médio e não sabem ler, conheço pessoas que passaram no vestibular e começaram a faculdade sem saber ler um texto qualquer!
E assim consiste nossa nação... Povo analfabeto governo semi-analfabeto e nosso lema por mais irônico que seja ainda é Ordem e PROGRESSO!

Anônimo disse...

é o efeito colateral de medidas tomadas para emburrecer a população do tipo:

Ensino Médio em 60 dias;
Vestibular Eletrônico com Resultado Instantâneo...
Quanto às mulheres: temos o aspecto cultural e social que contribuem para que seja cultivada a rotina "nascer-crescer-casar-gerar"...